Número total de visualizações de página

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

FALAR-TE DE AMOR poema de Vóny Ferreira

"FALAR-TE DE AMOR"(Vóny Ferreira)
Nada do que te disserFalará do que sintoComo se essa emoçãoApenas fosse...Um rio serenoQue se limita a correr.Assim me esvaioSem to dizerE me engrandeçoNesta realidade evasivaQue nem sempre te segredaO quanto te amoE preciso de ti
Não... acreditaNada do que te disserDescreverá o que pensoO que nem sempre reveloNada... nada...!!
HojeResta-me apenasescrever com lágrimasNa água que te mata a sedeEsperar como quem desesperaQue jamais deixes de me amar!(Vóny Ferreira)____________________________M.Ivone B.S.Ferreira-----© Todos os direitos reservados© All rights reserved. Autoria de Textos Registados no IGAC —

Foto: "FALAR-TE DE AMOR"
(Vóny Ferreira)

Nada do que te disser
Falará do que sinto
Como se essa emoção
Apenas fosse...
Um rio sereno
Que se limita a correr.
Assim me esvaio
Sem to dizer
E me engrandeço
Nesta realidade evasiva
Que nem sempre te segreda
O quanto te amo
E preciso de ti

Não... acredita
Nada do que te disser
Descreverá o que penso
O que nem sempre revelo
Nada... nada...!!

Hoje
Resta-me apenas
escrever com lágrimas
Na água que te mata a sede
Esperar como quem desespera
Que jamais deixes de me amar!
(Vóny Ferreira)________________
____________M.Ivone B.S.Ferreira
-----© Todos os direitos reservados© All rights reserved. Autoria de Textos Registados no IGAC —

Sem comentários: