Número total de visualizações de página

domingo, 23 de outubro de 2011

Poemas de Vera Silva lidos por: VÓNY FERREIRA



Negação


Hoje decidi que não te amo mais.


Não quero um coração partido
a gemer-me no peito,
não quero memórias de vidas passadas
nem esperanças subtis
do que nunca viverei.

Não quero ver através dos teus olhos
que tantas vezes me beijam
e me atraem a precipícios de loucura.

Temo apenas por ti...
Que farás quando souberes
desta decisão
(que bate falsa dentro de mim)?

Não quero saber-te assim tão perto,
quando longe está teu corpo
e tua boca.

Não te quero aqui
agora que não te amo mais
(muito mais, muito mais hoje).


Vera Sousa Silva

És só meu

Silencio o tempo

Em cascatas de sons
Num tropeço regular
De cadências e quimeras.

Anoiteço melodiosa
Na espera pesada
Empunhando espadas,
Combatendo as badaladas
Do relógio que te grita
A ausência.

Desembaraço os nós
Da distância sórdida
E mergulho-te na alma,
Abraçando-a, tomando-a,
E por instantes…

… és só meu!
(VERA SILVA)

Sem comentários: