Número total de visualizações de página

domingo, 23 de outubro de 2011

"O Segredo das Palavras de: ARFEMO lido por VÓNY FERREIRA


0 sonho, Cibele, é uma taça, uma flor ignota, um desejo intenso/
que persiste, mesmo se a dor ao colhê-lo o ignore. Cativo, neste lugar,/
perco a exacta noção do ser e do não ser, do tudo ou do nada,/
( se é que o todo pode estar circunscrito à palavra…)/

Procurarás as estrelas, que iluminarão o caminho. Se solitário, a luz é mais intensa./


Despojada de tudo, encontrarás o segredo das palavras:/
ternura, amor, ou apenas sede e um sereno gesto a partilhar/
na colheita de uma rosa brava.


DESEJO
Apetitoso o fruto que desejo,

Inominado, fresco, sedutor:

Provera fosse o tempo das cerejas,

Soubera ser o tempo do calor.

Das giestas não falo porque sei

O perfume agreste que despertam.

ARFEMO

Sem comentários: