Número total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

CHORO AS PALAVRAS escrito por: VÓNY FERREIRA





A mim quem me mata
São as incertezas
Os sonhos desventrados
As deselegâncias mordazes
A ignorância envolta em maldade.

Não são os silêncios
Comprometedores
Cobertos por reais discrepâncias
Não são as palavras negras
Tentando justificar
O injustificável.
Não…
Não é a tua vontade
De descruzar carinhos
Como quem escreve na água
Poemas... com anzóis.

Sim…
A mim quem me mata
É a inércia e a estupidez
É a inveja e a mesquinhez
É desistência mais patética,
A desilusão, a morte e eu.
Vóny Ferreira__________
______M.Ivone B.S.Ferreira
 .


Sem comentários: