Número total de visualizações de página

sábado, 23 de agosto de 2014

NÚCLEO poema de Vóny Ferreira /2014

NÚCLEO
(Vóny Ferreira)

Trago planícies estéreis nos olhos molhados
O canto de uma rola na voz enrouquecida
Perdi-me no instante em que subi aos telhados
Pensando ver melhor o céu que ao longe me fugia!

____VÓNY FERREIRA
M.Ivone B.S.Ferreira___
 — com VÓNY Ferreira (escritora).

Foto: NÚCLEO
(Vóny Ferreira)

Trago planícies estéreis nos olhos molhados
O canto de uma rola na voz enrouquecida
Perdi-me no instante em que subi aos telhados
Pensando ver melhor o céu que ao longe me fugia!

____VÓNY FERREIRA
M.Ivone B.S.Ferreira___

Sem comentários: