Número total de visualizações de página

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

LUAS DE GELO


Conheço-lhe os tiques
as luas cavalgando em céus nublosos 
os sorrisos contrafeitos em expirais de luz
os relógios avariados no pensamento programado
as searas de limoeiros contracenando em espiral
os coqueiros aniquilados nas fugas de vaso
as mangueiras trucidadas nos olhos dos macacos
o gorjear dos pássaros nos acordes da voz
o mar esmurrando rochas no brilho do cabelo
os amores imperfeitos no detonar das algibeiras
Conheço-lhe o toque
os lírios de luz querendo romper as sombras
os moinhos de vento no mapa dos indígenas
a mania das grandezas buscando infinitos
as açucenas florindo nos calcanhares das pedras
a percepção visionária a saltitar no espaço
os temporais de gelo perfilados em castiçais
a vontade de se anunciar nos picos da vaidade
as pontes dinamitadas com risos rasteiros
os vulcões adormecidos nos quintais da alma.
Vóny Ferreira _ mibsf
m.ivone b.s.ferreira _ Dezembro /2017

Sem comentários: