Número total de visualizações de página

sábado, 18 de janeiro de 2014

SUBLIMAÇÃO poema escrito e declamado por; Vóny Ferreira


SUBLIMAÇÃO
(Vóny Ferreira)

Não procures mais
A essência dos meus enigmas
Como quem busca aturdido
Um mundo inexpugnável!
É que para além do que faço
Há a verdade do que oculto
É que para além do que sinto
Há a verdade do que penso.
Não procures mais
Decifrar o meu ego nebuloso
Como quem me afunda implacável
Num rio subvertido e morto...
Tal como o vento
Sou aquela
Que muitos ouviram
E ninguém viu...
Tal como o mar
Sou aquela...
Que muitos quiseram
Mas ninguém possuiu!
Mais do que "ira"
Sou vento
Zumbindo
Numa tempestade, qualquer
Mais do que estranha
Sou tudo
Quanto há de sublime
- NA ALMA DE UMA MULHER!
Vóny Ferreira 

Na Página do Facebook da autora leia os comentários neste link

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=511514295585799&set=a.345456935524870.79071.345447652192465&type=3&theater

Sem comentários: