Número total de visualizações de página

domingo, 19 de janeiro de 2014

"NOS TEUS DEDOS" Poema escrito e lido por Vóny Ferreira



É na seda dos dedos que o nosso corpo se demora
Como rosas florescendo numa tempestade vulcânica
É no mar dos olhos que o nosso amor desflora
As promessas eternas segredadas em surdina.

E nem o oásis se retrai com a tempestade
Tão pouco os gemidos deformam os nossos sonhos
Por isso amor, entra em mim… à vontade,
Que eu quero explodir e renascer nos teus braços!

Afogar-me nua, nessa cascata que me aquece,
Beber o teu amor em cálices de tília que embriaga
E mesmo que desfaleça, sei que não esqueces
Que as nossas noites, se enfeitam de cavalgadas...

Vóny Ferreira   

Sem comentários: