Número total de visualizações de página

sábado, 6 de agosto de 2011

A TI, DEIXO... poema escrito por VÓNY FERREIRA / Formatação do vídeo Vanda Bezerra



Deixo aos teus pés os meus passos errantes
o desassossego de não encurtar a lonjura
os rios de palavras a correr em desatino
fazendo dos meus versos, a minha clausura!

Deixo as vogais a boiar nos meus olhos
nas virgens lágrimas, que tento secar
as mais dóceis consoantes, afagar os sonhos
em lampejo de cegueira que te quer alcançar.

Deixo o ocaso inverter o despenhadeiro
explodir no teu sorriso estrelas dispersas
mesmo que no meu peito se inflame o inferno
nele desabrocham flores, no meio de pedras.

(VÓNY FERREIRA)

2 comentários:

Lírio Lilas disse...

Vóny,

Que lindeza de poema! Não o conhecia ainda.

Bela a formatação da Vanda, como sempre. Um união perfeita de letras e imagens, com o élan de uma música à altura.

A-D-O-R-E-I!

Um beijo grande,
Lila.

Maria selma disse...

oi Vóny ,tdo bem?enviei um email para você,recebeu?aguard o resposta,beijos