Número total de visualizações de página

domingo, 20 de setembro de 2015

Nudez poema escrito por Vóny Ferreira 3m 2015


a casa onde nasci 
não tinha paredes

não tinha janelas. 
os meus sonhos levitaram sempre
num céu sem órbita 
como se fossem estrelas cadentes


sem pátria

hoje 
o que resta
é esse nada que eu sou
feita, enfim
desse tempo nu e frio 
que o tempo transformou

nessa espécie de onda gigante
que caminha com pressa excessiva
do vento agreste que a levantou

Vóny Ferreira___________________
2015 ~~~~~~~~~M.Ivone B.S.Ferreira


2 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia
O seu pensamento poético é bom e as suas preocupações são as de todos nós.

Vony Ferreira M.Ivone B.S.Ferreira disse...

obrigada Luís, se assim o pensa... assim será... na sua perspectivas, sempre!
Vóny Ferreira