Número total de visualizações de página

sábado, 11 de abril de 2015

LUMINOSIDADE (Vóny Ferreira) poema escrito por Vóny Ferreira

LUMINOSIDADE 
(Vóny Ferreira)
No fundo de mim é que começo
Este nada que me difere
Porque só em ti, eu renasço

É nos espaços serpeantes
Onde sem me veres, aconteço
Como a alucinação assimétrica
Das palavras há muito, proscritas

É dentro do mar que respiro
Sempre que mergulho no sono
Que me acorrenta à loucura
De resistir, longe de ti

E tudo isso, amor, para ingerir
O mel das flores bombardeadas
Com a fúria rasante deste medo
Que sinto quando estás longe de mim
____VÓNY FERREIRA____

2015__________M.Ivone B.S.Ferreira
-© Todos os direitos reservados© All rights reserved. Autoria de Textos Registados no IGAC — —.  

Sem comentários: