Número total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de março de 2015

"ABSTRATO" poema escrito por....................... (Vóny Ferreira)


"ABSTRATO"
(Vóny Ferreira)
Desenho na tela sóis que não brilham
Com as mãos transformadas em pinceis
Esborrato cores com a ponta da língua
Ensaiando os beijos que nunca darei
Nas árvores coloco coroas de picos de rosas
Que lhes atiça a descarnada folhagem
Desenho uma criança triste a olhar as estrelas.
Que azul é aquele que abre o céu?
Se foi rubra a tinta que o pintou?
Só pode ter sido a divina mão de Deus
A dizer-me em silêncio que o dia clareou.
__________________
VÓNY FERREIRA
_________________M.Ivone B.S.Ferreira
--© Todos os direitos reservados© All rights reserved. Autoria de Textos Registados no IGAC — —
.

Sem comentários: