Número total de visualizações de página

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

O MEU NADA Poema de: Vóny Ferreira



O MEU NADA
Poema de: Vóny Ferreira

Que dentro dos teus olhos
Eu seja um porto de abrigo
Um barco seguro que te espera
No balanço das ondas sem mácula.

Mesmo que nem sempre
Encontres as estrelas desse céu
Onde me transformo para ser eu
Nesse nada, que nunca me cansa!

Vóny Ferreira

Sem comentários: