Número total de visualizações de página

segunda-feira, 25 de julho de 2011

TROPECEI NUM SONHO, poema de VÓNY FERREIRA video elaborado pela poeta Betha_M_Costa




Nos lençóis amarrotados
o amor sobreviveu
vestiu-se de seda
Colou-se aos nossos corpos.
Afoitos
Benévolos e transparentes
Como se a distância
encurtada
fosse um dinossauro
fossilizado
numa gruta escura.

Conto as horas...
De um tempo entorpecido.

Conto os minutos...
em sentido decrescente.

A lua
As estrelas
a aurora
O sol

Os olhos abertos à saudade!

Olho para o tapete
Fecho os olhos
Incrédula
Abro-os de novo...

- No chão…
Não estão os teus chinelos.

- Que desmazelo…
Acabei de tropeçar
num novo sonho esquecido.

Vóny Ferreira


Sem comentários: