Número total de visualizações de página

sábado, 2 de julho de 2011

Poema de FERNANDA ESTEVES (Nanda) lido por: VÓNY FERREIRA



Na alvorada dos meus dias mansos
Agitam-se-me as águas brandas
Numa cascata de emoção
Nos abraços com que me enlaças
E me enterneces a pedra
que vive no meu coração

Sabes porque me encanta o teu sonho?

Porque ele é meu também
Nele os anjos, alvos de esperança,
tocam liras e alaúdes de candura
Entoam cânticos de paz
Clamando a luz do amor

Nele flutuo contigo…

Quebra-se-me o gelo da alma
Num almofariz de ternura
Se o poema é parco nas palavras
Carece de um sorriso teu
Para tomar forma e textura

(Nanda)


OLHA-ME NOS OLHOS


Nem sei o que sinto…

Eu falo e tu fitas o ecrã
Não sei se me ouves,
tão pouco respondes
ao ritmo descompassado
da minha conversa vã

Estou a falar contigo!

O que é que estavas a dizer?
Nada, esquece!
Não tinha importância…
Vou arrumar a cozinha
Talvez um dia…
Quem sabe...
Me olhes nos olhos

(Nanda)

1 comentário:

Lírio Lilas disse...

Vóny,

Este canto está ficando um oásis para quem gosta de escutar belas declamações de boas poesias.
Mais um belo vídeo com poemas da Nanda, poetisa a quem admiro e cujas poesias gosto demais.
Parabéns pelas declamações e pelo "repertório"!
Um grande beijo,
Lila.