Número total de visualizações de página

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Alvorada poema de Vóny Ferreira


Se houver tempo...
Escavaremos no mar o tesouro
que se entorna no peito
com as barbatanas
de um tubarão tigre
pintaremos um belo bosque
iluminado com a luz do olhar
e nossas bandeiras no topo
Se houver tempo
seremos flor de laranjeira
no topo ermo de uma montanha
o capim alto e viçoso
por onde deambulam felizes as gazelas
Seremos o azul calmo do mar profundo
a empunhar o sol sobre uma caravela
Ah,se houver tempo
Lamberemos os sonhos como quem ama
Rezamos uma prece com as mãos no peito
A única verdade sem defeito 
E com a voz embargada do vento sul
aguardaremos a bênção da nortada
Para que eu seja a noite e tu a alvorada
(((Vóny Ferreira___autora__ (inédito registado)))
M.Ivone B.S.Ferreira___mibsf___2016


Sem comentários: