Número total de visualizações de página

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

"ELES NÃO SABEM". Poema escrito e lido por VÓNY FERREIRA





Eles não sabem
que antes de nascer…

Galguei muros
fui camaleão
Fintei o sol
por ente a folhagem
numa hipnose 
desassossegada
pelo esvoaçar das borboletas.

Falei aos pássaros
surdos e cegos
no rumor das cascatas
e dos relâmpagos.
Atravessei os rios
como quem flutua
num ritmado bailado
de libelinhas!

Eles não sabem
que antes de nascer…

Rasguei a terra
fui toupeira
num enamoramento
à terra estéril
um endeusamento
ao sol e à chuva.

Fui luar
na noite mais escura
buscando o cintilar
de estrelas cadentes
no negrume subterrâneo
frio e lamacento
onde a vida acontece
e se perpetua!

Eles não sabem…
Que só depois…

Rasguei o ventre
de minha mãe!
Gritando um poema
nas primeiras lágrimas.
Num longínquo Fevereiro
a beijar a penumbra
Cheia de papoilas
enganadas pelo tempo!

Vóny Ferreira 
Na Página do Facebook da autora leia os comentários neste link

Sem comentários: